Desde junho deste ano que temos vindo a assistir a uma reinvenção das empresas e dos seus modelos de trabalho: o trabalho remoto ganhou mais espaço, a descentralização dos escritórios de grandes empresas tornou-se uma realidade e os colaboradores habituaram-se a um modelo híbrido de trabalho que lhes permite ter mais flexibilidade, ao mesmo tempo que cumprem as regras de segurança, higiene e distanciamento.

A ideia de que os espaços de trabalho flexíveis eram fundamentalmente para freelancers e startups está a mudar, e as grandes empresas, de diferentes áreas, olham para os seus espaços de trabalho, reforçando o posicionamento dos escritórios flexíveis como opção de futuro. Começam agora a equacionar os benefícios de um espaço de trabalho partilhado.

Miguel Chito Rodrigues, Board Member do LACS, fala de como o modelo de trabalho está a evoluir.

 

Artigo publicado no Dinheiro Vivo

 

 

25 set

Artigo de Opinião: O trabalho flexível (já) não é para freelancers

Outras Notícias

PODCAST Rute Roberta Ines

Sente-se desgastado ou desmotivado no trabalho? Ouça este novo podcast

Saiba mais
Foto Orgaizadores 2

DigiEduHack promove hackathons sobre como podem a educação e a tecnologia evoluir em conjunto

Saiba mais
Captura De Ecrã 2021 11 29, Às 11.31

LACS leva realidade aumentada à Web Summit

Saiba mais