Áreas de trabalho partilhado são cada vez mais populares. A Pesquisa Global de Cowork de 2018 estima que existem cerca de 1,7 milhões de pessoas a trabalhar em espaços de cowork, atualmente. Descubra qual o benefício desta nova tendência de trabalho.

Sabia que os espaços de trabalho partilhados podem, de facto, melhorar o nível de sucesso da sua empresa? Um estudo publicado pela Harvard Business Review revelou que as pessoas que trabalham em áreas de cowork têm uma sensação de prosperidade “pelo menos um ponto acima da média” dos funcionários que fazem seus trabalhos em escritórios regulares. Obviamente, agora se pergunta o que é que estes espaços têm que os espaços de trabalho tradicionais não têm? Nós explicamos.

 

Áreas de trabalho compartilhadas reforçam a importância da comunidade

A Pesquisa Global de Cowork de 2018 revelou que, ao escolher um espaço de cowork, os fatores decisivos são a existência de uma comunidade, a interação com outros trabalhadores e uma “atmosfera social”.

Independentemente do tamanho ou modelo da sua empresa, o facto dos espaços de cowork serem construídos com empresas de diferentes campos - que não competem diretamente entre si - resulta num ambiente de trabalho mais tranquilo, levando a que os trabalhadores não sintam a necessidade de colocar uma “persona de trabalho

Essa diversidade permite também que as pessoas deem significado ao seu trabalho, pois existem muitas oportunidades para as empresas se auto ajudarem a crescer.

 

Áreas de trabalho compartilhadas aumentam a probabilidade de parcerias

De acordo com uma pesquisa feita pela Universidade de Michigan, a partilha de conhecimento está entre as três principais razões pelas quais as pessoas procuram espaços de cowork. A interação contínua com pessoas de diferentes formações, experiências e campos de especialização pode aumentar a motivação e a produtividade dos funcionários.

Uma pesquisa realizada sobre o espaço de cowork constatou que, desde que começaram a trabalhar em um espaço de trabalho partilhado, a grande maioria dos entrevistados sentiu-se:

  • Menos solitário;
  • Mais feliz;
  • Mais motivado;
  • Com uma rede profissional mais ampla, que mais tarde se tornou “uma importante fonte de referências de trabalho e negócios”.

 

Áreas de trabalho compartilhadas atendem às necessidades de cada funcionário

O aparecimento do cowork em 2005 trouxe “uma terceira forma de trabalhar”. Pelo menos esta é a opinião de Alessandro Gandini, que analisou a ascensão dos espaços de cowork no mundo moderno. Essa terceira forma de trabalho é uma combinação de liberdade e independência (típica de freelancers e empresários que trabalham em casa) com um local de trabalho e horário rigorosos (típico de escritórios regulares).

Outro estudo constatou que os funcionários têm um maior nível de autonomia, dado que o senso de comunidade reforça a motivação e a disciplina. Por maior nível de autonomia, entendemos um horário de trabalho flexível - ou pelo menos, um controlo mais rigoroso sobre quando trabalhar, descansar ou fazer uma pausa em comparação com os escritórios regulares. Segundo o estudo, esta flexibilidade está entre as principais razões pelas quais as pessoas se desenvolvem mais nos espaços de cowork.

14 fev

Por que os espaços de trabalho partilhados são bons para os seus negócios

Outras Notícias

Template Parcerias Website (8)

A Made of Lisboa e o LACS levaram-nos ao Web Summit!!

Saiba mais
IMG 4290

À conversa com: JOBANDTALENT

Saiba mais
JP

À conversa com: JPEG - DESIGN E COMUNICAÇÃO

Saiba mais
CDO 5

No trabalho com: Maria Inês Cabral

Saiba mais