O LACS expandiu-se recentemente para Cascais e, embora seja um local de trabalho, o LACS Cascais está longe de ser o escritório típico.

Ao entrarmos no prédio de dois andares, quase completamente coberto de vidro, somos recebidos por um dos mais recentes sucessos do The Weeknd. Do outro lado do corredor, do hall de entrada, uma porta leva-nos até um pequeno jardim. Antes de sair, uma rampa - que um dia exibirá pinturas como uma espécie de galeria de arte - liga o primeiro e o segundo andar. Não estamos tão longe da praia do Guincho (3,4 km), do Cabo da Roca (11,3 km) ou da estrada para Lisboa (100 m). Estamos exatamente onde queremos estar.

 

O esquadrão de quatro criativos

Ao aproximarmo-nos da entrada do edifício, ouvimos um som de fundo. Alguns movimentos da esquerda e da direita e um membro do LACS Cascais, Nuno Quartin, entra no bar de skate. "Isso não é normal", diz-nos. "Mas aqui as pessoas não têm problemas comigo a andar de skate."

Ele sempre foi apaixonado por desportos radicais e música. À frente de um poster emoldurado dos Radiohead pendurado no seu escritório, Nuno revela orgulhosamente que fazia parte da banda portuguesa Toranja, que ganhou um disco de ouro. Após 15 anos, Nuno é designer gráfico na Roda, uma carreira que ele decidiu seguir em tempo integral, deixando de lado as dificuldades da indústria da música.

Roda é um projeto recente que arrancou quando se mudou para o LACS Cascais. “Durante seis meses, parecia que alguém me tinha amarrado. Eu não estava a ganhar dinheiro e cheguei ao fundo do poço. Mas desde que me estabeleci no LACS, as coisas têm melhorado muito.”

A mudança foi sugerida por um dos seus parceiros de negócios. Nuno admite que ao princípio desconfiava um pouco da eficácia das redes, mas agora já se rendeu ao conceito. "O Networking funciona", diz ele. De facto, a Roda já encontrou dois clientes no próprio LACS Cascais, e também parcerias com potencial com outros membros da comunidade. Nuno e os seus parceiros da Roda estão a considerar contratar mais duas pessoas para se juntarem ao elenco atual de quatro criativos.

Vizinhos ao lado

Ao lado do estúdio da Roda, encontramos Joana Trigoso. "Os meus vizinhos", como ela os chama. Descobrimos que o Nuno e a Joana têm algumas coisas em comum: a Joana também adora desporto. Joga golfe desde os 10 anos e trabalhou sempre com desporto, sendo hoje o único representante português do European Tour, o órgão que regula o golfe profissional europeu. "Tenho o melhor dos dois mundos", diz ela, "não só trabalho para a melhor empresa do setor de golfe, mas também o faço desde Portugal".

Ela costumava trabalhar em casa, mas a mudança para um espaço de escritório compartilhado ajudou-a a ganhar disciplina e ensinou-a a deixar o trabalho no trabalho. Depois de se mudar para Cascais, juntou-se a dois espaços de cowork diferentes, mas não gostou muito deles. “Assim que soube que o LACS Cascais estava a abrir, visitei o local.” Para a Joana, as instalações, a decoração e as oportunidades de networking são os maiores pontos fortes do LACS Cascais. "Não há nada aqui que eu não goste", diz ela. "As pessoas aqui têm a mesma mentalidade: são altamente focadas, jovens e envolvidas em projetos divertidos". Os seus empregadores adoraram a mudança.

 

Um projeto em construção

Ouvimos conversas de negócios enquanto andamos pelo corredor. A poucos passos de onde Nuno e Joana trabalham, encontramos Filipa Almeida. A primeira coisa que descobrimos sobre ela é que é uma empresária, chefe da Nanny Agency Portugal e Owl.

A Filipa decidiu juntar-se ao LACS Cascais principalmente por causa do seu redor. “Quando chegamos aqui, apaixonamo-nos pelo lugar. Tem tantas áreas claras e verdes à volta.” Mas, o interior também é ótimo: “Quando nossos clientes nos visitam, eles adoram aqui.” Ela diz que alguns até mostraram interesse em mudar-se para lá.

A Filipa lançou a Nanny Agency Portugal e a Owl por necessidade. “Há dez anos, precisava de uma ama para a minha filha. Agora, não quero que ela coma alimentos não saudáveis, então cozinho para ela todas as manhãs, porque não há ninguém a preparar almoços saudáveis ​​e a entrega-los diretamente às escolas”. Como tal, juntou-se à sua amiga Tamara e criou Owl , uma empresa cujo objetivo principal é fazer exatamente isso: cozinhar e fornecer alimentos orgânicos frescos.

A Coruja é um projeto em construção por enquanto. A ideia é que se concentre tanto em comida para bebé (pelo nome de "Coruja orgânica com amor") como em comida para crianças (pelo nome de "lancheiras de coruja orgânica"). Embora ainda estejam a trabalhar nos retoques finais do projeto, a partir de setembro de 2019, os pais poderão assinar um plano de refeições para os seus filhos, com Owl e obter lancheiras diárias "com o crachá infantil e a turma em que estão”.

 

O cluster criativo perfeito

As coisas boas não duram para sempre, então despedimo-nos do LACS Cascais por enquanto. Quando saímos, a música ainda sai da televisão que está perto do bar. O sol está a brilhar. Provavelmente, existem muitas chamadas de Skype e brainstorms imaginativos a ocorrer lá dentro. Apostamos que o Nuno ainda está a andar de skate em algum lugar.

 

Esse é o cluster criativo perfeito ou o não?

13 mar

Comunidade: Um dia no LACS Cascais

Outras Notícias

Template Parcerias Website (8)

A Made of Lisboa e o LACS levaram-nos ao Web Summit!!

Saiba mais
IMG 4290

À conversa com: JOBANDTALENT

Saiba mais
JP

À conversa com: JPEG - DESIGN E COMUNICAÇÃO

Saiba mais
CDO 5

No trabalho com: Maria Inês Cabral

Saiba mais