É um amante de arte à procura de locais para visitar para além dos pontos turísticos comuns? Nós mostramos 5 espaços incomuns para encontrar maravilhosos trabalhos artísticos em Lisboa, tudo sem se afastar do caminho principal.

O encanto artístico de Lisboa é agora um segredo muito mal guardado e se é residente ou simplesmente é um visitante frequente da cidade com gosto pela arte, já deve estar cansado das listas usuais de locais para ver arte fixa. Coleção Berardo? Já foi. Uma tour pela arte urbana? Feito. Museu de Arte Antiga? Já viu. O que falta? Sugerimos 5 locais inesperados para encontrar arte na capital portuguesa.

 

  1. Arte mesmo debaixo dos seus pés

Se já cá está há algum tempo ou é um visitante frequente, provavelmente esqueceu-se de olhar para baixo dos seus sapatos. A calçada tradicional de Lisboa é um trabalho extraordinário por si só. Se se quer recordar de todo o esforço e habilidade que são necessários para se fazer estes mosaicos, experimente andar pela Avenida da Liberdade, Rossio (a origem da calçada em 1840) e o Largo do Chiado, e observe com atenção os padrões complexos a preto e branco.

 

  1. Mural de azulejos maciço de André Saraiva em São Vicente de Fora

Esta é a maior peça de arte urbana em Lisboa. Finalizado em 2016 e com um comprimento de 188 metros, o mural inclui 52,738 azulejos pintados à mão pelo artista português, mas nascido na Suécia, André Saraiva. Esta extensão colorida com referências portuguesas e internacionais levou dois anos para ser construída e foi encomendada pelo MUDE, Museu de Design e Moda de Lisboa.

 

  1. Coleção de arte Ritz Four Seasons

O check-in num dos hotéis mais luxuosos de Lisboa não é obrigatório para poder ver a sua magnifica coleção de arte. Na verdade, tudo o que precisa fazer é fazer o download da aplicação Art Collection do Ritz Four Season e passear para ver todas as peças de arte no local. Este hotel de referência foi construído na década de 1950 para mostrar o lado cosmopolitano da capital portuguesa, e uma série de artistas contemporâneos portugueses, incluindo Almada Negreiros, Pedro Leitão e Estrela Faria, foram convidados para o preencher com a sua arte.

 

  1. Um passeio pelo metro de Lisboa

O sistema subterrâneo de Lisboa tem estações pouco inspiradoras, mas algumas das estações mais modernas compensam isso. Um bom ponto de partida, para uma visão moderna de uma estação de metro, é a Linha Vermelha. Começe nas Olaias – projetado pelo arquiteto Tomás Taveira e decorado por vários artistas importantes. De seguida vá para a estação da Bela Vista, com suas telhas projetadas por Querubim Lapa. Depois pode seguir para Chelas, com suas paredes pelo ceramista Jorge Martins, e finalmente a última estação da linha, o Aeroporto, para ver o trabalho do cartunista António Antunes espalhado pelas paredes. Na Linha Azul, não perca a estação do Parque, cujo interior azul sereno lembra o fundo do mar e foi projetado pela artista Maria Keil.

 

  1. Jardim Bordalo Pinheiro

O Jardim Bordalo Pinheiro é na verdade o jardim do Museu da Cidade de Lisboa. Entre as suas sebes bem cuidadas, esconde-se uma coleção com mais de 1.200 esculturas de animais e algumas verduras, reformuladas em moldes originais pelo mágico português do século XIX, Rafael Bordalo Pinheiro. É um lugar maravilhosamente kitsch e surpreendente com lagostas gigantes, lagartos, macacos, caracóis e todo o tipo de criaturas à espreita em cada esquina.

16 ago

5 locais inesperados que os amantes de arte deverão visitar em Lisboa

Outras Notícias

Adult Back View Data 1181345 (1)

Como apresentar as suas ideias de maneira rápida e eficaz?

Saiba mais
Capturar (1) (1)

LACS organiza conferência da Trojan Horse was a Unicorn

Saiba mais
Adventure Baltic Sea Car 21014 (1)

Um guia rápido para um freelancer planear umas verdadeiras férias

Saiba mais
Alternative Energy Background Blue 1036936 (1)

7 hábitos peculiares de famosos génios

Saiba mais